A Flor Phlox oferece uma linda floração durante todo o verão

Phlox são plantas herbáceas anuais ou perenes que formam bonitas almofadas de flores durante o verão. Na maioria das vezes, suas folhas opostas têm a aparência de espuma. Além disso, suas flores, dispostas em cachos arredondados, oferecem cores suaves. Fácil de cultivar, o flox necessita de rega em tempo seco e adubo para floração abundante. Estas plantas gostam de solo fértil, bem drenado, de preferência não calcário, em condições ensolaradas. Você pode usá-las em canteiros de flores, jardins de pedra, bordas e paredes.

Entre as variedades perenes, há, por um lado, a phlox paniculata, comumente conhecida como phlox de jardim, que é vigorosa, erecta, arbustiva, e pode chegar até um metro de acordo com a espécie. Por outro lado, a phlox subulata, anã, persistente, resistente, é uma excelente cobertura de solo que não ultrapassa 15cm de altura. As cores variam do branco ao vermelho carmim. Para saber tudo sobre o phlox, escolha-os bem, e cultive-os no jardim.

Você pode aprender o seguinte:

* Descrição

* Características principais

* Onde plantar?

* Quando e como plantar?

* Cuidados e manutenção

* Pestes e Doenças

Descrição

Os Phlox são plantas herbáceas, anuais ou perenes, originárias da América do Norte. Hoje, existem pouco mais de 80 espécies, e a maioria das variedades cultivadas são nativas dos Estados Unidos. Nos jardins, a mais comum é a phlox paniculata e a phlox subulata. Elas são fáceis de cultivar, rústicas, e vêm de climas temperados. Etimologicamente, o nome phlox vem do grego e significa “chama”, devido à cor brilhante de algumas espécies. O Phlox pertence à família das pemanoniaceae, com suas belas flores azuis e folhagem muito indentada.

Quanto à forma da planta, as phlox ou são eretas, como a phlox do jardim, ou forradas, como a phlox subulata. A altura da flecha é, portanto, muito variável. Algumas podem alcançar entre 10-20 cm para a altura mais baixa, enquanto outras podem suportar até dois metros para o tipo de phlox com um hábito erecto. Também é possível encontrar diferentes espécies de phlox em áreas rochosas, perto de cursos d’água ou na vegetação rasteira.

Principais características

O uso do phlox pode, portanto, diferir de acordo com sua forma. Algumas espécies com um hábito compacto podem encontrar seu lugar na frente dos canteiros ou em jardins rochosos. Em contraste, variedades com um hábito vertical podem caber no meio ou no fundo de um canteiro ou na borda mista, atrás de plantas inferiores.

A floração ocorre entre abril e outubro. A Phlox paniculate floresce no verão, de julho a setembro-outubro, enquanto a phlox subulata floresce na primavera, em abril e maio. A phlox oferece uma floração muito generosa! As flores têm frequentemente tons suaves e pastéis de branco, rosa pálido, malva ou azul. Elas também podem ser bicolores.

Por exemplo, a phlox ‘Starfire’, com suas flores vermelhas, é uma das variedades mais intensas. Além disso, a corola consiste em cinco pétalas mais ou menos delicadas, fundidas em um tubo alongado. Elas dão à flor a forma de uma estrela. Algumas espécies são encantadoramente perfumadas e doces.

Onde plantar?

As flores Phlox desfrutam do sol ou de uma leve sombra. As exposições ao sol podem garantir uma floração abundante. No entanto, deve-se levar em consideração a situação geográfica. Se você vive no norte, plante-as ao sol, mas se você vive em uma área semelhante à região mediterrânea, elas podem apreciar uma área ligeiramente sombreada durante as horas mais quentes do dia. Algumas espécies como o plantio na sombra ou na vegetação rasteira, como a phlox stolonifera.

As plantas de Phlox não gostam de solos calcários. Elas preferem solos ligeiramente ácidos ou neutros. Elas apreciam substratos de drenagem, onde a água não estagna no inverno. Além disso, evitam ambientes confinados, o que pode incentivar doenças criptogâmicas.

O flox do jardim aprecia solos ricos em húmus, férteis, leves e profundos. Eles podem desfrutar da terra que permanece fresca no verão. Eles são bastante adequados para plantas de cama.

Quando e como plantar?

Plante o flexo em seu jardim, de preferência no início da primavera, por volta de abril, mas você também pode fazê-lo no outono. Aconselhamos a manter uma distância de 30 ou 40 cm entre as plantas. Prepare o solo escavando um buraco de plantio com cerca do dobro do tamanho do torrão.

Traga adubo bem decomposto, pois o flexo aprecia solos que têm boa matéria orgânica. Colocar a flecha no buraco de plantio. Substituir a terra ao redor e arrumá-la levemente. Não se esqueça de regar abundantemente. Sugerimos que se acrescente uma cobertura morta para manter o solo fresco. Continue regando regularmente nas semanas após o plantio.

Cuidados e manutenção

Regar o phlox com freqüência, especialmente durante o verão. Se eles sofrem com a seca, a floração pode se esgotar, e a folhagem pode se tornar inestética. Acrescente mulching para manter o solo mais fresco. É melhor remover flores murchas, pois pode encorajar o aparecimento de novos botões, e é provável que prolongue a floração. Variedades mais altas podem requerer estacas.

Como o phlox aprecia solos férteis, aconselhamos também, no outono, a colocar algum adubo bem decomposto no pé deles, possivelmente incluindo-o levemente no solo. Você também pode adicionar um adubo orgânico na primavera. Dividir o flox em média a cada quatro anos para regenerar os tufos. Após alguns anos, os tufos podem se esgotar, e sua floração se torna menos abundante. Isso pode permitir que você os replante em outro lugar em seu jardim, ou que os ofereça aos seus entes queridos!

Pestes e Doenças

Os Phlox são plantas resistentes e perenes que vivem muito tempo em nossos jardins. É bastante comum que eles sejam afetados pelo oídio no verão. Esta doença criptogâmica resulta no aparecimento de uma feltragem branca na folhagem. Em relação ao oídio, é melhor evitar o plantio muito denso para permitir a circulação do ar e da água, dirigindo o spray para a base da planta, sem molhar a folhagem.

Uma vez observada a doença, é possível remover as folhas afetadas para limitar seu desenvolvimento e tratá-las com enxofre. O Phlox também pode ser afetado pela septoriose, que causa o aparecimento de manchas marrons nas folhas, e pela doença de verticillium, que causa a murcha da folhagem e a morte da planta. No Phlox, porém, estas duas doenças são menos comuns do que o oídio.

Para outras pragas, o flexo pode ser atacado por folhadores e lesmas. Os caramujos jovens mordiscam em brotos tenros.

As flores do flexo oferecem uma flor rica, muitas vezes em tons suaves, às vezes vívidos. No período de floração, algumas variedades se cobrem com lindos cachos, formando grandes tapetes coloridos! Dependendo da variedade, elas podem ser plantadas em canteiros, em paredes de pedra ou em jardins de pedra. Além disso, pássaros e borboletas adoram flores de flox. A flor encontra seu lugar facilmente em canteiros ou bordas mistas, junto com outras flores perenes de verão.

To top
EnglishSpanishFrenchDeutscheItalianPolskiePусскийSitemap