Anémona: Sua história, significado e cuidado

Anemone – o tango de m e n na língua como um trava-línguas. A anêmona do mar é o primeiro pensamento que vem à mente da maioria das pessoas. Isto pode até levar pensamentos à cena de “Finding Nemo”, onde Nemo, como muitas pessoas, luta para pronunciar anémona. Mas há outra anêmona que você pode não conhecer. É uma flor radiante que é a escolha de muitos não apenas para seus jardins, mas para suas celebrações. Uma flor que tem sido usada por suas propriedades medicinais, por sua linguagem secreta e pela elegância que traz às celebrações. Ao ler isto, você pode aprender o seguinte

  • Características gerais
  • História
  • Significado moderno e simbolismo
  • Aparência na Cultura
  • Plantio e cuidados

Características gerais

Todas as variedades de anêmonas têm características semelhantes. Todas elas florescem no período entre o início da primavera e o final do outono. Estas flores podem crescer até um metro de altura e são cultivadas por suas flores coloridas de violeta azulado, branco, rosa e vermelho. As plantas são geralmente de baixa manutenção, florescendo em diferentes tipos de solo, inclusive calcários e argilosos. A anêmona é tolerante a cervos, doenças e coelhos. Elas florescem em pleno até o sol parcial e são atraentes para as borboletas.

História

A anêmona veio de uma longa história de flores primitivas que apareceram pela primeira vez há 130 milhões de anos. Estas primeiras flores não tinham pétalas coloridas ou aromas sedutores. As plantas evoluíram e desenvolveram flores, o que atraiu insetos e animais que se tornaram instrumentais na polinização. A polinização criou uma explosão de diversidade de novas espécies em um tempo relativamente curto. Hoje, o número de espécies de plantas floríferas supera o número de plantas não floríferas de 20 para 1. A anêmona é uma das aproximadamente 120 espécies de plantas perenes da família da ranúnculo. Elas podem ser encontradas nas zonas temperadas da América do Norte, Europa e Japão. A anêmona tem pouco ou nenhum cheiro e não tem néctar. Como não é atraente para as abelhas, as anêmonas dependem de outros insetos para polinizá-la. As pétalas da flor abrem bem durante o dia, depois à noite ela fecha suas pétalas e deixa cair sua cabeça para evitar que o orvalho danifique as sementes. Antigamente, acreditava-se que as fadas mágicas encontravam abrigo nas pétalas dobradas de anêmonas durante as tempestades. A palavra anêmona vem da palavra grega para “flores de vento” Elas são chamadas assim porque o vento abre as pétalas e, ao mesmo tempo, remove as velhas. A mitologia grega acredita que a flor de anêmona originou-se da mistura das lágrimas de Afrodite e do sangue de Adonis, seu amante. Por causa disso, a flor é também conhecida como a flor de Adonis e veio a representar a morte de um ente querido. Através da progressão do tempo, a flor veio a representar significados e propósitos alternativos. Durante a Idade Média, a anêmona era usada no colarinho ou na camisa dos camponeses como proteção contra a peste e a doença. Esta associação com a doença lhe rendeu a reputação de símbolo de má sorte. Devido à sua cor de violeta azulada, a anêmona tornou-se um símbolo de morte e doença na China antiga e no Egito. Em Roma ela foi incorporada aos talismãs como um alívio e prevenção da febre. Na época vitoriana, quando havia regras e códigos de etiqueta rígidos, as flores eram usadas para criar uma linguagem na qual o remetente podia expressar seus sentimentos e intenções em código. O significado da anémona era o amor abandonado

Significado moderno e simbolismo

O significado e o simbolismo da anêmona permanecem tão variados hoje em dia. No Japão, cada cor tem um significado: o vermelho simboliza o amor, o branco a sinceridade e o roxo a confiança. Em outros países, os significados incluem o seguinte

  • Defesa contra o mal
  • Antecipação e excitação para um evento no futuro
  • Amor e afeto abandonados
  • Representação da morte de um ente querido
  • Chegada dos primeiros ventos da primavera
  • Pétalas fechadas prevêem chuva no futuro próximo
  • Pétalas fechadas também indicam a presença de fadas mágicas

Aparência na Cultura

As anêmonas permeiam a arte, a música e a literatura de muitas culturas ao redor do mundo. O Museu de Arte Moderna de São Francisco tem em sua coleção “Le Bouquet d’anemones”, de Henri Matisse. A pintura retrata um bouquet de primavera de anêmonas vermelhas, brancas e rosa. Monet também usou a flor para um tópico em sua pintura “Natureza Morta com Anémonas” Imagens de anêmonas vermelhas podem ser encontradas em muitos renderings da Crucificação e ao lado da Virgem Maria. Neste caso específico, a anêmona vermelha é um símbolo do sangue de Cristo. “Blue Anemone” é uma canção infantil sueca popular. Ela celebra o início da primavera como mostra a letra: “A anêmona azul floresce agora, reverencia e diz: ‘A primavera está aqui'” O Japão também tem uma canção que celebra a anêmona, simplesmente chamada “Anemone”. As anêmonas também têm sido tema de literatura e poesia. O escritor inglês Horace Smith, escreveu em seu poema, Amarynthus, “anêmona tímida que não abre os lábios até serem soprados pelo vento”

Plantio e cuidado

As anêmonas de primavera são cultivadas a partir de tubérculos (caules inchados), enquanto as anêmonas de queda são cultivadas a partir de raízes tuberosas (raízes inchadas). Quando prontas para plantar anêmonas, mergulhar os tubérculos de um dia para o outro. Uma vez que as plantas tenham ensopado, plante os tubérculos em solo fértil e bem drenado. Certifique-se de que a área esteja parcialmente sombreada. O tubérculo deve ser posicionado em seu lado com aproximadamente 3-4″ de profundidade. Deixe 4-6″ entre cada tubérculo. As anêmonas podem ser um benefício para um jardim quando são plantadas perto dos lírios como companheiro para ajudar a aumentar a estação de floração dos lírios e ser usadas como uma forma de sombrear a base dos lírios do calor direto do sol. Uma vez estabelecidos, água conforme a necessidade. Podar e cortar a folhagem antiga para permitir um novo crescimento

Conclusão

Com uma história e uma beleza tão rica, não é de se admirar que esta flor seja encontrada em jardins de todo o mundo. O momento e a beleza das flores fazem delas uma escolha popular para casamentos e buquês nupciais. Inclua anêmonas em sua vida diária para trazer graça e beleza a sua casa e dar às celebrações um toque simples e elegante.

To top
EnglishSpanishFrenchDeutscheItalianPolskiePусскийSitemap