Bat Flower – Dicas úteis para a plantação

Tacca chantrieri, também conhecida como fábrica de morcegos, oferece uma estranha e fascinante inflorescência e está cheia de mistério. Esta estranha e escura flor violeta-púrpura espalha suas brácteas como um morcego em vôo, revelando sob suas asas um buquê de flores pequenas e penduradas, caracterizadas por um cacho de filamentos longos e graciosamente caídos. Esta inflorescência é carregada por um caule emergindo de um tufo basal de folhagem verde alongada, elegante e brilhante. Nativa das regiões tropicais da Ásia, esta planta gelada deve ser cultivada em uma estufa quente e úmida, em um ponto brilhante, mas sem ser exposta à luz direta do sol. Hoje, neste artigo, vamos aprender mais sobre as etapas de plantio da flor do morcego e as seguintes informações:* Descrição* Principais características* Plantio* Cultivo* Cuidados e manutenção* Pragas, doenças e dicas ecológicas* Flor do morcego num relance

Descrição

O Tacca chantrieri pertence à família Tacca chantrieri, que consiste somente do gênero Tacca. Além disso, a planta morcego é uma espécie rizomatosa perene nativa da Tailândia, Mianmar e algumas áreas próximas à China, naturalizada e cultivada em muitas partes da Ásia tropical. Na natureza, pode-se encontrá-las crescendo em florestas, vales e ao longo de rios, de 200m a 1300m em diferentes altitudes, em solo ácido e húmico. Nas melhores condições de crescimento, atinge 75 a 90 cm em flor e 40 a 50 cm para a folhagem. A planta cresce a partir de rizomas grossos. Ela forma um tufo de folhas basais, transportadas por petiolos de 10 a 30 cm de comprimento, com lâminas oblongas inteiras, medindo de 20 a 50 cm de comprimento e 7 cm de largura. As pétalas são iguais às do espatífice. Elas são peludas ou pubescentes, cuneiformes, apontadas para a ponta. A folhagem é verde brilhante e brilhante, com veias visíveis

Características principais

Na maioria dos climas, a floração ocorre de junho a agosto, depois esporadicamente até dezembro. Somente plantas com 2 ou 3 anos produzem inflorescências. Esta “flor de morcego” deve seu nome à sua inflorescência única, que lembra um pequeno mamífero em forma e uma cor muito escura. As flores são pretas-púrpura, formadas de cinco pétalas, agrupadas em grupos (até 25 flores) com quatro brácteas marrom-púrpura no centro, duas das quais, na posição externa, são desenvolvidas principalmente. Cada pedicelo de flor produz filamentos longos, pretos-arroxeados, com 25 cm de comprimento, formando uma cauda de estrela cadente

Plantio

Certifique-se de usar uma excelente mistura única de sementes úmidas, que você pode colocar em um propagador ou em um local quente para manter uma temperatura ideal de 27-30°C. A temperatura do solo deve ser suave e constante. Você pode usar recipientes com cúpulas plásticas transparentes (por exemplo, tipo microondas), ou um saco plástico selado e colocar os vasos ou terrinas em uma almofada de aquecimento para aquecer o fundo dos vasos. A germinação geralmente leva de 1 a 9 meses, portanto, tenha paciência: não jogue fora suas mudas pensando que elas não podem germinar… leva algum tempo!

Cultivo

Transplante as plântulas quando elas forem grandes o suficiente para manejar, em vasos de 7,5 cm em uma mistura bem drenada, de preferência à base de turfa ou solo rico em turfa durante a estação de crescimento entre a primavera e o final do verão. Deve-se regar a planta muito regularmente, e o substrato deve ser bem drenado e normalmente enriquecido com um fertilizante de solo de urze – planta. Repot em um vaso de 10 cm a 20 cm. Dê muito pouca água no inverno e mantenha as plantas a uma temperatura de 15-18°C no inverno e 25-29°C no verão

Cuidados e manutenção

A flor de morcego é uma planta para jardineiros praticantes. A este respeito, você deve protegê-la do frio e do sol escaldante, em uma estufa ou varanda aquecida, sem luz solar direta. Ela é adornada com uma bela folhagem e oferece uma das flores mais excitantes que existem entre as plantas. No entanto, às vezes é caprichosa e exigente em termos de condições de cultivo. Estas plantas exigem solo turfoso, sombra brilhante e atmosfera úmida. Para entender melhor as melhores condições de cultivo da flor do morcego, pode ser útil conhecer o clima de seu país de origem: Mianmar com três estações: uma estação temperada ocorre de outubro a fevereiro, com temperaturas médias entre 20 e 24 graus C. A estação quente começa de março a maio, com calor entre 30 e 35 graus C, e finalmente, uma estação chuvosa de junho a setembro com temperaturas entre 25 e 30 graus C

Pestes, Doenças e Dicas Ecológicas

O primeiro inimigo da flor do morcego é principalmente as condições inadequadas de crescimento. Portanto, tenha cuidado com algumas doenças, como a podridão das raízes, em substrato mal drenado! O rizoma de alguns Tacca, que é muito rico em amido, é usado na Polinésia como alimento. Devido ao alto consumo de água para o cultivo destas plantas, uma colhedora de água da chuva é uma ferramenta acessória útil. A flor do morcego preto ou flor do diabo (Tacca chantrieri) é espetacular, com uma flor tão incomum (em forma de morcego preto ou marrom) que parece sinistra

A flor do morcego num relance

Tacca chantrieri é uma planta tropical que é delicada para crescer. Ela precisa de calor e umidade constante para prosperar. Idealmente, ela deve ser cultivada em uma varanda aquecida ou estufa com muita luz e umidade. Em um apartamento, ela pode ser cultivada em bandejas de pozzolana, desde que seja dada uma localização muito brilhante, sem luz solar direta ou correntes de ar. A temperatura nunca deve cair abaixo de 15°C. Esta planta precisa de terra bem drenada com areia, material fibroso e casca. A planta tropical chamada Tacca chantrieri ou planta morcego não é oferecida espontaneamente, exceto talvez no Halloween. Algumas pessoas podem achá-la bonita, e outras podem vê-la como má ou até mesmo intimidante, mas uma coisa é certa: se você cultivá-la em casa, ela não pode passar despercebida. Esta planta cresce, floresce muito, e até produz frutos. Quando algo está errado no plantio, ela se esgota lentamente e eventualmente desaparece. Infelizmente, a única maneira de descobrir se você pode proporcionar-lhe as condições certas de crescimento é experimentá-la. Tenha em mente que esta planta vem das zonas tropicais quentes e úmidas da Ásia. Assim, ela sofre de uma seca específica durante o período de descanso no inverno em nossas latitudes.

To top
EnglishSpanishFrenchDeutscheItalianPolskiePусскийSitemap