Camélias: Sua história, significado e cuidado

Enquanto muitas flores adormecem durante os meses do final do outono até o meio da primavera, as camélias, por outro lado, trazem flores vivazes aos jardins em todas as zonas de clima ameno que se estendem de costa a costa dos Estados Unidos. Estas plantas majestosas têm vida longa, algumas florescendo por mais de 100 anos. Elas têm raízes profundas não apenas nos jardins, mas também na cultura. Ao ler isto, você pode aprender o seguinte

  • Características gerais
  • História
  • Significado moderno e simbolismo
  • Significado na cultura
  • Cuidados

Características gerais

As camélias são originárias das regiões do leste a sul da Ásia. Existem entre 100 e 300 espécies. A camélia é uma planta de folhas largas, sempre verdes, cujas flores vêm em uma variedade de formas: verticalizadas, redondas e ovais. As camélias florescem em várias cores que vão do branco, rosa, vermelho, e combinações. A variedade de flores amarelas é encontrada apenas no sul da China e no Vietnã. Geralmente, as flores têm pouco ou nenhum cheiro. As camélias têm uma taxa de crescimento em média de 30 centímetros por ano. Em sua maturidade, a planta atinge uma altura de 6 pés a 12 pés, e uma largura das mesmas dimensões. Recomenda-se plantar os arbustos com espaço adequado entre eles, devido ao seu tamanho e à sua rápida taxa de crescimento. As camélias também podem ser plantadas em recipientes bem drenados. A planta é uma escolha popular para jardins devido a suas qualidades não tóxicas, o que a torna uma escolha botânica segura ao redor das crianças

História

A camélia é nativa do Oriente, onde foi cultivada durante 100 anos antes de sua introdução na Europa. Este gênero de flor foi batizado em homenagem ao botânico Georg Kamal. As folhas da camélia têm sido usadas para o chá há séculos. Através da criação seletiva, as qualidades mais desejáveis para o chá têm sido melhoradas. As sementes da camélia não foram utilizadas apenas para jardins, mas também em casa. As sementes são prensadas para fazer óleo de chá, que é usado como tempero, e também é usado como óleo de cozinha. Este óleo é um alimento básico na culinária de muitas casas chinesas. O óleo também é usado para limpar e proteger as lâminas das ferramentas de corte na cozinha. A East India Company trouxe o chá para a Europa pela primeira vez em 1600, o que levou à introdução das primeiras camélias vivas na Inglaterra em 1739. A expansão do comércio do chá no século XVIII aumentou a demanda por diferentes variedades de camélias na Inglaterra

Significado moderno e simbolismo

No Japão, antes da ocidentalização, acreditava-se que os deuses usavam as flores da camélia como abrigo quando faziam visitas à Terra. Agora é uma flor que está associada a decapitações porque, ao invés de pétalas individuais caindo, a cabeça inteira da flor cai. Devido a esta associação, a flor é usada mais nos jardins do que como flores cortadas em arranjos no lar. Uma vez que as flores foram introduzidas e usadas na Inglaterra, elas passaram a ser associadas aos patrões que as compravam para seus jardins. Em 1794, as flores vermelhas duplas passaram a ser associadas a Sir Robert Preston. Enquanto que o cor-de-rosa pálido “Lady Hume’s Blush” foi dado como moniker em 1806 em homenagem a Lady Amelia Hume

Significado na Cultura

A camélia desempenha um papel significativo no romance “To Kill a Mockingbird”, de Harper Lee. No romance, uma das personagens destrói o arbusto de uma camélia vizinha. Em 1944, a cidade de Temple City, Califórnia, criou um Festival de Camélias para celebrar famílias e jovens. Durante o primeiro desfile, as crianças na procissão atiraram as camélias para os espectadores. Agora, não só os participantes atiram flores, mas os carros alegóricos são adornados com camélias. A cidade de Temple City, Califórnia, é orgulhosamente conhecida como a Casa das Camélias. Não se pode pensar na empresa internacional, Chanel, sem pensar em seu símbolo icônico, a camélia. Após receber seu primeiro buquê de camélias, a Coco Chanel começou a usar um broche de camélia de seda feito à mão. A partir daí, o desenho das camélias foi incorporado ao desenho de sapatos, gravado em botões, usado um aplicativo e parte dos desenhos de jóias

Cuidados

Ao estabelecer pela primeira vez as camélias em um jardim, escolha um local que tenha sombra parcial a total. Geralmente, as variedades vermelhas podem suportar mais sol do que as variedades brancas. Certifique-se de que o local também esteja abrigado de ventos fortes. Dê às plantas espaço adequado, pois os arbustos de camélias crescem bastante. Solo inclinado até os lados. As camélias requerem uma grande quantidade de água, seja por chuva ou irrigação. Use um fertilizante específico para camélias para garantir que as plantas estejam recebendo nutrientes para atender suas necessidades. Para arranjos internos criados a partir de flores de seu jardim, siga estes passos. Primeiro, corte o caule da flor desejada na base de um ramo próximo ao local onde outro botão está surgindo. Imediatamente após o corte, submergir o caule recém-cortado em um recipiente com água. Certifique-se de remover as folhas do caule que caem abaixo da linha de água. Com o caule ainda sob água, corte uma fenda vertical de 2 polegadas na base. Permita que as flores fiquem na água enquanto você prepara o vaso. Enxágüe o vaso com água morna e um sabão suave. Em seguida, acrescente água limpa ao vaso e um conservante de flores cortadas. Para garantir que suas flores durem, certifique-se de trocar a água dia sim, dia não, e apare as extremidades dos caules quando o fizer

Conclusão

As camélias trazem cor e vida aos jardins de inverno. Com sua simetria perfeita, as Camélias fazem uma escolha perfeita não só para os jardins, mas também para arranjos florais interiores. Sendo o símbolo de amor, afeto e admiração, elas são uma escolha popular para casamentos e buquês nupciais. As camélias trazem um requinte elegante não apenas para casas e jardins, mas também para ocasiões especiais.

To top
EnglishSpanishFrenchDeutscheItalianPolskiePусскийSitemap